Samadhi

Samadhi é, em sânscrito, a “união da consciência individual com a consciência cósmica”, o estado de união do Homem com o Universo em perfeito equilibrio.

Nada melhor para um re-começo para o blog, após um periodo já bastante produtivo, um novo ponto de partida, onde novos conhecimentos se descortinam às portas do templo, ao adentrar o umbral dos novos tempos, das novas revelações, um início de um novo ciclo, de evolução pessoal e espiritual, e aprendizado. Continuar lendo

Identidades e Máscaras

Postagem Original em A Valsa das Flores Mortas

É incrível ver o tempo passar, ver que tanto se passou e na verdade não aconteceu nada. Ou quase nada.

Dificil dar a cara a tapa, quando quem bate é seu espelho, refletindo as rugas incomodas, mas nunca inesperadas.

Já não sirvo para especular o que os atuais adolescentes pensam, meus 15 anos já passaram e mesmo lá eu já não os entendia. Triste o fim, quando o fim é o que sobra. Por que essa busca insensata em procurar um fim, algo que termine com o que se pensa, se faz, se sofre, quando não se aprendeu nem mesmo a começar? Nada do que se conquista é fixo, se quando o sucesso ocorre e já não é mais o suficiente. Essa eterna busca, essa velocidade em se mudar, em se sentir, em querer viver, burlar as regras, sem nem se importar com quais delas, apenas pelo prazer de “perverter a ordem e os bons costumes”. E no final essa birra, essa busca pobre por reconhecimento não passa de uma reação química em um corpo que nem desenvolvido está. A lei te coibe, afinal nem idade você tem. A biologia te reprime, afinal nem adulto você é. A psicologia te restringe, afinal nem maduro se é, ainda.
Continuar lendo

Saudações e Gematria

Como primeiro post fora a apresentação resolvi começar explicando alguns termos à começar pela saudação Thelemica:

Thelemitas costumam cumprimentar-se com “Faz o que tu queres há de ser tudo da Lei”, e despedir-se com “Amor é a lei, amor sob vontade”. Segundo o Livro da Lei, “A palavra da Lei é Thelema”, portanto podemos abreviar a frase para o numero 93.
Continuar lendo