O Sentido e o Sentir

Mais dias se passaram desde minha ultima postagem de fato no blog, muita coisa passou, muitos sentimentos voaram de um lugar ao outro. Tudo seguiu seu rumo como deveria ser.

Passei dias pensando no que escrever, um certo hábito interessante que normalmente morre no stress do meu emprego profano. Ossos do oficio é o que dizem.
Apesar de lutar contra o fato, ou ao menos da denominação, sou um artista, e como tal preciso de inspiração, motivação ou qualquer coisa que valha a pena criar, que me faça sentir aquela velha coceira nos dedos, e o sentimento irrefreável de buscar a lapiseira, o teclado, o teto do quarto para onde fogem os olhares deitado esperando o sono dominar o corpo. Impossivel registrar tudo, as vezes até impossivel de pensar em tudo o que vem à mente. Todo excesso passa.
Continuar lendo

do Equilibrio

Passei a semana toda em tentar escrever outro dos artigos longos onde me perco no meio do assunto para falar de qualquer coisa, mas no final virou apenas um recado:

Muito se busca, muito se deseja e tudo muito rápido, tudo antes mesmo de se saber o que se quer e não são poucos os exemplos que eu poderia dar, a maioria proxima demais de qualquer um que venha a ler estas linhas, outros talvez dentro dos próprios leitores.

Continuar lendo